Como adestrar um cachorro

Hoje vamos falar sobre as formas de se adestrar o ‘melhor amigo do homem’, aquele que sempre busca o jornal no jardim, ou vive em perigosas missões com os policiais, o amigo que é guia de cegos, protege nosso lar, fica zangado e com ciúmes se vê alguém chegando perto do dono. É hora de aprendermos como adestrar um cachorro, de um jeito prático e sem dores de cabeça.

A inteligência, o carisma e a paciência dos cães são virtudes incomparáveis, porém podem variar de acordo com a maneira como que são educados. Para cada raça ou função, existe um ‘jeitinho’ de se impor algumas leis, dependendo também da função que seu cachorro irá desempenhar. Todo cuidado é pouco ao fazer com que o cão desenvolva um bom comportamento.

Os primeiros e mais conhecidos truques são os de sentar e deitar, mas como conseguir condicionar o animal a estes comandos? Opa! Acabamos de falar sobre a resposta: condicionamento, ou um conjunto de ações compostas por ordens dadas repetitivamente, até que o cachorro entenda o que seu dono quer dizer. Mostrar ao cão que ele não está na posição de dominante, mas sim de dominado. Ao início dos treinamentos, condicioná-lo com petiscos sempre que executar seus comandos de forma correta, ou repreendê-lo quando a ordem não for assimilada.

Outros fatores importantes sobre como adestrar um cachorro: iniciar os trabalhos com o cão ainda filhote, para que todos os hábitos sejam cultivados à medida que o animal vai crescendo. É uma fase onde os erros ainda podem ser corrigidos, lembrando que de maneira alguma deve ser usada a força para repreender o cachorro quando este fizer algo de errado durante o processo de aprendizado.

Quando um cachorro late muito, é sinal de que ele está tenso ou agitado. O dono pode programar uma série de atividades que diminuam a frequência destes latidos, de preferência as que mantenham o cão concentrado e gastando bastante energia, como é o caso dos passeios, lançamento de bolas de tênis para que ele busque ou até mesmo deixá-lo correr livremente em uma quadra de futebol cercada. Nunca deixe de repreendê-lo caso ele ainda continue latindo e errando em coisas que já foram ensinadas. Não se incomode em repeti-las.

Cachorros amam se esfregar nas pessoas, esse é um hábito bastante constrangedor para desconhecidos que visitam sua casa. Dono é dono, visita é visita. Uma boa bronca pode contribuir para que o cão não repita esta ação. Em alguns casos, o uso de um pequeno equipamento chamado ‘clicker’ é indicado para agilizar o processo de aprendizado.

11

22


Comments are closed.